bem louco

vivendo recluso
unavailable amor
ausente aos humanos
vedados em bolor.
obstruído de um desejo
travado do novo
offline nas redes
fechado na cede.
esperança trancada
no fundo de um poço
vermelho que bate
nesta vida de combates.
toda a resistência lançada
estereotipada no ouro;
quem tem muito tem muito;
no vácuo do vazio:
pouco
rouco
após tanto gritar
paranoias da mente
insistente bradar
loucos

imagem: angelo bronzino texto: diego r borges

imagem: angelo bronzino
texto: diego r borges

sem groselha picuinha A ARTE LIBERTA! ® 2015 Todos os direitos reservados ©

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s