#cabalaemtodos

Os muros pintados até que são bonitos, mas silenciosos.. Os muros pichados são mais do que precisos, até com seus preciosos ‘berros’ excessivos.

Refletindo sentado sobre uma ponte, com o fixo olhar de alcance longe: ao observar mirantes, noto a cobertura onde alguém se esconde. Abaixo, nítido, vejo no asfalto uma cara [$] face da fome

Para cada dez muros retos brancos, mil letras tortas aos prantos. O abstrato coletivo. Letras de sensações. Sensações com sentimento. Sede e fome no vertical chão em que se dormem. 
Eu noto vocês e dou nota zero ao redor: A Pátria era nossa, oras… Quem a levou? Política? Pra eles a gente não passa de meros números sorridentes potentes delinquentes.

A pobreza extrema retém vinte milhões de nossos irmãos brasileiros. Vinte milhões. Porque carne de qualidade tem nome… E poder!

Brasil, solo tão lindo sendo todos nós mendigos; viventes por migalhas que o país nos dá. Separados em classes, todos querem ser A. Essas coisas todas que bloqueia o nosso sol de brilhar e os pés de trilhar. Pois graças -também- aos diversos cultos ninguém sente dó e muitos, embora juntos, ainda se sentem só: •Partidos aleivosos •Amores carregados em blandícias •Midiáticas lavagens cerebrais Globais ••• 

Até a minha tinta a polícia já tentou levar junto com a brisa que ela me tirou.

Pleno dois mil e dezesseis e tudo por aqui é tão novo… Os justos já estão loucos. O segredo: #cabalaemtodos!!

Diego R. Borges.

sem groselha picuinha A ARTE LIBERTA! ® 2016 Todos os direitos reservados ©

Anúncios

3 comentários sobre “#cabalaemtodos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s