Aluno

Aprendiz

Você pode me chamar de sádico
Você pode me chamar de pecador
Você diz que eu sou do mundo
Realmente
Para o mundo eu dou moh valor!
Pensa que me conhece
E a real sabe nem quem eu sou
Quais os meus sonhos?
O que já fiz até aqui por quem muito amei?
O que já deixei para trás porque desencantei…
Francamente
Não entendo seu incômodo com a minha presença
Parece ser uma barra para você aguentar a minha Luz
Que por ser intensa ela muito bem me conduz
Pois eu vivo, simplesmente vivo
Sem lhe pedir nenhuma explicação
Não faço questão de intelecto
Quando preciso ou agradeço é em oração
Então, eu não forço risada no seu jeito fake, frio e sem graça
Deve ser chato viver sabendo de tudo
Imaginação é o meu poder absoluto
Eu sentiria de novo o gosto de cada pecado que eu cometi
E se você me amar ou me odiar
Isso não mudará o que eu já percorri até aqui
E por onde eu for
Ei de me lembrar de quem me amou assim como sou
Honestamente
Nada que você fizer poderá me parar
Eu nunca vou parar
Até realizar todos os meus desejos
Eu jamais vou parar
Até realizar todos os meus sonhos
Dos mais ousados aos mais insanos
Enquanto você ficar me julgando
Eu estarei brindando, brincando e gozando
Nada apagará o que eu já fiz.

(Diego R. Borges A ARTE LIBERTA!)

sem groselha picuinha A ARTE LIBERTA! ® 2016 Todos os direitos reservados ©

Anúncios

Um comentário sobre “Aluno

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s