Desde que a ficha pesada e com o mesmo formato da terra
caiu
Me tornei um homem desconfiado de todos e a palavra era
vil
Qualquer argumento não passava de dolo
minha cabeça é foda e eu me lia um tolo!
Me senti perdido num lugar cruel dentro do meu eu
Me ensinei que o amor é mais que ser um prometeu

Hoje danço Pierrot, pro ar, renovo, ver meu bem corar
Me vejo e sinto jovem demais pra deixar de arriscar…
Queria um pedido, um desejo e uma boa reflexão, desamor;
Abra a tua mente e liberte-me de seu coração, faz favor!
Eu também já chorei e agora formei um rio e nado por ainda amar
Deus mostrou que o lugar cruel, na verdade, é um caminho pro mar
Bom dia e
adeus.

 

D.

sem groselha picuinha A ARTE LIBERTA! ® 2017 Todos os direitos reservados ©

Anúncios

2 comentários sobre “poema do coração para o desamor

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s