poema do coração para o desamor

Desde que a ficha pesada e com o mesmo formato da terra
caiu
Me tornei um homem desconfiado de todos e a palavra era
vil
Qualquer argumento não passava de dolo
minha cabeça é foda e eu me lia um tolo!
Me senti perdido num lugar cruel dentro do meu eu
Me ensinei que o amor é mais que ser um prometeu Continuar lendo